IVAR: Novo índice criado pela FGV para medir variação de aluguéis

IVAR: Novo índice criado pela FGV para medir variação de aluguéis

A indústria imobiliária do país enfrenta, há anos, obstáculo de não possuir índice específico capaz de refletir de forma consistente os preços de aluguéis de imóveis residenciais.

A ausência de índice exclusivo ocasionou, na grande maioria das vezes, a utilização do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M). No entanto, referido índice acompanha os preços do setor produtivo, sofrendo ampla influência do dólar e sendo pouco relacionado ao custo de moradia em si.

Não bastasse isso, nos últimos anos o IGP-M teve uma alta acelerada e intensa, elevando o valor dos aluguéis em meio a um cenário de crise econômica gerado pela pandemia, causando desproporção à renda média encontrada no país.

Nesta circunstância, em busca de uma solução para a demanda do mercado, o Instituto Brasileiro de Economia da FGV lançou, em janeiro de 2022, novo indicador para integrar o calendário fixo de divulgações dos índices, indicadores e sondagens, o IVAR (Índice de Variação de Aluguéis Residenciais).

Tal índice é calculado utilizando informações dos contratos locatícios, intermediados por empresas administradoras de imóveis de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, visando mensurar a variação média dos aluguéis ao longo do tempo e, consequentemente, refletindo de maneira mais realista a oferta e demanda do mercado de locação residencial.

Conforme afirmado pelo pesquisador Paulo Picchetti, a finalidade do novo índice é ter uma medição mais próxima do comportamento do preço dos aluguéis, até para medir a disparidade entre o que é, de fato, praticado no mercado e a variação do IGP-M e IPCA.

Autoria: Marcio Miranda Maia e Bruna Iantas Spitaletti

Posts relacionados

Emanuelle De La Noce Fernandes

FORMAÇÃO
• Graduada em Direito pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP)
• Pós-Graduada “lato sensu” em Direito Processual Civil na Pontifícia Universidade Católica (PUC)

ATUAÇÃO
Advogada com formação em Direito Processual Civil e com larga experiência nas mais variadas disputas judiciais cíveis, ante a tribunais estaduais e federais de todo território nacional, bem como em tribunais superiores em Brasília. Plenamente capacitada à elaboração e negociação de contratos comerciais, civis e imobiliários das mais diversas naturezas. Atuação em processo de estruturação e reestruturações de sociedades.

Natália Rebouças Wolfenberg Winand

FORMAÇÃO
• Graduada em direito pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP);
• Pós-graduada “lato sensu” em Direito tributário na Fundação Getúlio Vargas (FGV)
• Pós-graduada em direito penal econômico na Fundação Getúlio Vargas
(FGV)

ATUAÇÃO
Advogada sênior com mais de 10 anos de formação e expertise em Direito Penal, com ênfase em Direito Penal Econômico. Com atuação em todas as fases processuais desde o inquérito policial até a fase executória e com alta aptidão para celebração de acordos de não persecução penal, bem como para a resolução de diversos outros temas ligados ao Direito Penal, em todo território nacional.

Ruy Fernando Cortes de Campos

FORMAÇÃO
• Graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica (PUC);
• Pós-Graduado “lato sensu” em Direito Tributário na Pontifícia Universidade Católica (PUC);
• Especialista em Gestão de Operações Societárias e Planejamento Tributário pela Faculdade Brasileira de Tributação (FBT);
• MBA em Gestão Tributária pela Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis – (Fipecafi);
• Graduando em Ciências Contábeis pela Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis (Fipecafi)
• Juiz do Tribunal de Impostos e Taxas do Estado de São Paulo

ATUAÇÃO
Advogado com sólida formação em Direito Tributário e experiência de 18 anos na área. Forte atuação no contencioso estratégico com alta efetividade na resolução de litígios fiscais perante os tribunais administrativos e judiciais. Ampla visão estratégica em temas de consultoria fiscal nacionais e internacionais, especialmente dos setores industrial, comercial, agronegócio, bebidas e prestação de serviços.